Namoro, quando termina e quando começa

Hoje, vamos ao post que mencionei a uma semana atrás, sobre o namoro.

Não vai ser fácil escrever sobre isso, pois é um tema vasto, e também que abri espaço há vários caminhos. Também é mais um tema que não tem fórmula pronta. Vou tentar relatar nos post que se seguiram, sobre este assunto. Inclusive alguns leitores já postaram comentários dando sugestões as quais serão colocadas durante os post, devem dá três post.

Então vamos começar tentando falar sobre como começa. Vou confessando logo aqui, que hoje nem sei mais como isso começa. Eu fiquei meio traumatizado, porque tem caras que sinalizam para você que querem namorar, mas no final eles somem, ou é brincadeira deles, ou são bastante inseguros e não sabem o que querem.

O certo seria começar com você conhecendo um cara que lhe seja acima de tudo sincero, lhe passe confiança e seguraça. E você o mesmo a ele. Nem que seja em parte, pois ninguém é 100% seguro. Os passos que se seguem são mais complicados. Eu sempre fico pisando em ovos, meio sem jeito para saber onde podemos avançar, quais assuntos pode-se falar, etc.

Isso deve levar algumas semanas, saídas, descobertas intimas, ou até mesmo quando não há uma dscoberta intima, quando você já consolidaram uma espécie de amizade, laço, que os leva a dizer “quer namorar comigo”, ou uma das parte te chama de “namorado” e não há resistência a palavra.

Eu sei que uma vez já contei aqui, “namorei” um leke, e eu jamais podia mencionar a palavra “meu namorado” ou “estou namorando” pois ele entrava em colapso, e também ficava boladão. Ele não se aceitava.

Se o seu caso é esse e se você gosta por demais dele, como era meu caso, até dá para se fazer um sacrificio, e não ficar chamando de “namorado” com mais frequência. Mas se você não tem muita paciência, ou não curte ficar assim. Melhor partir para outra.

O grande problema no começo do namoro, é adaptar as diferenças, pois ninguém é igual, temos afinidades, mas isso não quer dizer que pensamos iguais. Você quer sair com os amigos, ele não quer, voçê gosta disso, ele daquilo. Então é a época de formatar o que você querem negociar, cada parte cedendo um ponto, e ai chega-se ao ponto bom para os dois. Isso é namoro, e assim, estão se construindo os primeiros alicerces para que o namoro pelo menos dê certo.

Tem outro fato aqui, já falei acima. Geral quer namorar, diz que quer. Mas no final da história tem medo, recua, não está disposto a compartilha sua vida com outro. Muita gente tem medo. Ou faz aquele doce todo dizendo que quer e na verdade não quer nada. Pois se sente preso, sem liberdade se está namorando. Um grande bobagem.

Pois namorar é mais do que dizer “é meu”, o que de fato não é. Já que ninguém é propriedade de ninguém, objeto de ninguém, apesar de alguns quererem ser. O namoro, é algo bem maduro, com emoção. É o acerto, o encontro bom de duas pessoas, que resolvem, criar uma historia com momentos bons e ruins juntas. Isso é o ponto de equilibrio.

Porém, volto a dizer, eu não sei muito bem quando isso começa. As vezes nem precisa dizer ou comentar: “estamos namorando” as coisas fluem de uma forma boa, que nem precisa-se de palavras e sim, somente olhares, gestos, condução do relacionamento.

Bom, agora é com você já deu o pontapé inicial no nosso debate, conto com o apoio de você dando suas sugestões, falando de suas experiências. E durante os outros três posts seguintes vamos debatendo mais.

Vou deixar vocês com um daqueles vídeos que pessoas põem na net. Achei manero, como ele aborda o amor. Que é algo intangível. Que não é concreto, mas sim é puro, é um sentimento mais belo que Deus pode ter nos dado.

Continuem lendo outros posts clicando aqui

Anúncios

3 respostas para “Namoro, quando termina e quando começa”

  1. Não sou a pessoa ideal para comentar sobre começo de namoro porque todos os meus foram trajicos. E não coloco a culpa disso em ninguém, so´em mim eu sou inseguro e tenho um apego absurdo a minha liberdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s