Travei…rs…vários conflitos…e agora?

Enquanto escrevo esse post um leke que conheço da net deve está indo para o bar To nem Ai, com a prima dele que é lesbica, ele me chamou para ir lá. É um bar friendly há umas três quadras aqui de casa.

Quando me chamou me deu vontade de sair, mas ao mesmo tempo fui arrebatado pelo medo, me lembrei das experiências de anos atrás em locais gls. Talvez seja preconceito, medo, ou na verdade eu não queria passar por aquele mesmo filme que já conheço. Ver as mesmas coisas e comportamentos.

Sentar no bar, fica aqueles olhares, não que isso não ocorra em lugar hetero, mas não queria me sentir mais um objeto para sexo, sei lá, é feriadão, ali deve está lotado, eu nunca fui lá, mas já vi da esquina, é quase uma boate ao ar livre. Acho que não é a minha mesmo, talvez se eu tivesse namorando, eu topasse ir por um pedido do namorado, mas num sei, pintou aquela parada de …”não vá”.

Acho que estou inseguro demais, eu sou homossexual, mas eu não quero o mundo gls, queria um cara para fazermos programas diferentes, e não mergulha na diversão gls.

Está complicado, estou meio sem saber onde encontrar um cara, a net tem sido uma furada, eu não estou saindo para a night gls há anos, 6 anos ou mais, eu criei esse mundo em que acho que vai aparecer um carinha…sei lá…principe encantado… (não existe isso…) para salvar meu coração, por um sorriso nele, me dar carinho…deixar que eu também dê carinho a ele…ferrou rs.

Bem, sei lá, não sei o que fazer.

Alô! Tem alguém ai … estou aqui, querendo conhecer, mas não quero entrar novamente para a night e as mesmas coisas de sempre que eu sei que se repetem sem parar no meio. Eu sei tem isso no meio hetero. Mas é que eu sou tão alterna, eu sou assim, descalço, meio doido, meio moleque, meio surf, meio skate, meio intelectual, uma mistureba, mas não sou IN, não sou do meio.

Só queria algo simples, um cara, para sair, conversar.

Podemos ter outros casais amigos gays, mas não quero me mudar para o centro do meio novamente.

Confuso eu. Parece que descobri isso agora. Meio altista…também…. Desligamento da realidade exterior (gay) e criando um mundo interior autônomo (gay) que talvez seja pura ilusão.

Eu acho que não estou só nesta confusão, nesse conflito.

Confesso, tenho pensamento meio de puto, mas tenho de anjo também. Todos temos. Talvez eu não me aceite ainda. É mais fácil que o mundo me aceite do que eu?…mas a parada reside no ponto chave : encontrar um cara tranquilão, e que goste de quase tudo que gosto, é claro, não vou querer uma cópia, mas queria alguém com afinidades, está … de encontrar confesso. Eu nem sei por onde começar.

Então vou ou não lá. Não vou. Vou dormir rs.

Bem é isso, vou andar de skate…está frio é melhor que esfrio a cabeça.

Continuem lendo outros posts clicando aqui

Anúncios

16 respostas para “Travei…rs…vários conflitos…e agora?”

  1. Você é de Capricórnio (ou Câncer)? Enquanto tem uns querendo ficar em casa tem outros (como eu) não vendo a hora de poder sair dela.
    O problema é que eu tenho míseros quatro amigos (sendo que agora é mais fácil dizer três) dentre os quais provavelmente nenhum animaria de ir numa balada GLS. Mas a verdade é que a situação ainda se agrava por conta dois fatores: dinheiro e carro (nesse caso, o não acesso aos mesmos). Pensei que depois que eu fizesse 18 tudo seria as 1000 maravilhas, liberdade, liberdade! Que nada.

  2. Também tenho vários conflitos dessa natureza, assim como você, eu criei um mundo onde vai aparecer um carinha do nada, que me entenda, que me complete. Tal como você só quero alguém bem legal para sair e conversar. Tá meio difícil hein? Mas nunca perco as esperanças. Quem sabe um dia??? As vezes bate um desespero tremendo.

    1. Não podemos perder as esperanças. Pelo menos aqui no blog tenho visto que não estamos sozinhos. temos as mesmas afinidades.
      Continua a comentar e vamos seguindo.
      Abraçaooo

  3. Cara,
    Na dúvida eu iria..mesmo tendo apenas uma noção do ambiente, se a gente não arriscar, não se permitir testar, experimentar, a gente nunca vai ter certeza como realmente é.Mesmo q você olhasse ao seu redor e dissesse a vc mesmo “O que eu tô fazendo aqui”, pelo menos vc tentou.

    No meu caso, o fato de eu também gostar de homem não significa que eu goste de ir em baladas gls pra ficar dando pinta e dando mole pra qualquer um..eu fui 2x em baladas desse tipo e detestei.
    O cara que eu idealizo tbem tá dificil de achar em boates, bares ou chats.Tô tentando descobrir se existe esse lugar..rsrs..

    Abraço.

  4. Não sei seu nome, sua idade, qual é a sua cidade, se gosta de chocolate amargo ou Fernando Pessoa. Mas, tua sinceridade me fez desarmar e sair do posto de “leitor anônimo” e transparecer um pouco.
    Há quase um ano eu aceitei aceitar, procurar entender, este paradoxo que é a vida. Rockeiro, um tanto antiquado, romântico, um pouco bronco, gay. Se antes me encontrava isolado por não aceitar uma parcela de mim mesmo, hoje, livre, há também um incômodo preconceito que se soma a minha falta de identificação com a grande parcela do público gay. Não me esquento pela vulgaridade, insensatez e superficialismo muitas vezes encontrados nos ambientes e relações gays, – já esquentei muito minha cabeça com isso – mas não quer dizer que eu tenha de agir tal qual ou me conformar com o fato que sejam todos assim. Decidir ser fiel a si mesmo, respeitando fases e momentos e respeitando o outro, é praticamente um decreto de solidão. Por isso que entendo seus textos, sempre visito o blog e acredito que você é dos poucos caras que fazem valer a pena. Quero dizer que essa forma de agir, com respeito, faz a diferença, deve haver alguém que perceba isso mais cedo ou mais tarde, e se aparentemente ainda não haja, quem está perdendo não é você.

    P.S. Caso queira publicar, gostaria de lhe pedir que não divulgue meu nome, aquele do e-mail. Pessoalmente não me importo, mas minha preocupação as vezes é profissional etc. Acho que você entende. Obrigado

    1. Fala cara blz!?
      Muito bacana seu depoimento. Fica tranq que sua identidade será preservada.
      Eu também gosto de rock, toquei até numa banda de rock.
      Tu tem email?
      abraços,

  5. Já vi que esse problema assola muitas pessoas: a de se desligar da realidade do mundo e esperar uma pessoa com quem nos indentificamos. E ainda por cima, pelo fato de ser homossexual, esse desejo parace mais impossível ainda, pois é difícil encontrarmos no meio GLS alguém que nos interresse.
    Tens que tomar cuidado com essa idealizaçao de um parceiro perfeito, pois senão a realidade nos mostra a tapas que ele não existe. Isso é algo complicado, pois não sabemos se um dia encontraremos alguém com quem podemos criar uma simpatia: estamos lançados na sorte.
    Agora, o fato de você não se indentificar com o meio GLS, é normal. Eu mesmo não me indentifico (mas respeito), sei que deve ter pessoas legais e tals, mas prefiro ficar longe, é uma questão de personalidade.
    Mas é isso, não podemos deixar de ser o que somos, diferentes e normais,só para nos adaptarmos ao meio de vida comum em que vivemos. A diferença, apesar de dolorida, é a nossa arma para a mudança desse mundão de Deus.

    😀

  6. Oi!
    O Doug pediu para vc nao publicar seu e-mail, mas depois ele mesmo publicou o nome dele..
    Escrevi para ele para deletar a mensagem, ou talvez vc possa deletar ela?
    E como vc esta? Espero que tudo esteja indo bem com vc.
    E quando é que vai adotar um cachorrinho?
    Um abraço!

    1. Oi Kiko,
      Valeu pela informação, deletei o email do Doug. valeu por ter lembrado.
      Tudo bem e vc?
      Quem sabe em breve um cachorrinho.
      Um abraçao..

  7. Oi! Tudo bem?
    Desculpa… eu também acho que escrevi errado… esqueci como escrever para vc em private.
    Ai vamos indo. Muito trabalho, curtindo blogs inteligentes como o teu quanto fico com um tempinho.
    Muitos interessantes os tópicos que vc apresenta.
    Concordo com o que o Andre escreveu.

    Hoje acho q fui ficando sozinho esperando aquele cara perfeito… não falo em termos de beleza ou aparencia, mas sim em termos de ser um bom companheiro, de gostar das coisas que eu gosto, de não ter sido absorvido pela cultura de ghetto gay e não achar que eu sou hipocrita por não curtir só o mundo gay, por não ter só amigos gays.
    Acho que a gente tem q aprender a ser flexível, tolerar e até apreciar algumas diferenças, mas claro, deve ter uma base comum…

    Um abraço.

    PD: Eu moro com minha cachorrina de 2.5 anos e tem feito uma excelente companhia e me faz sair mais e conhecer outras pessoas.

    1. Fala Kiko,

      Tudo bem!?

      Eu também aqui na correria do trabalho. Mas bacana voltar a falar com vc, e vcs!

      Eu tenho ficado também meio sozinho.

      Tenho que voltar a tentar a conhecer pessoas.

      Um abraçaooo

  8. Cara curti de mais seu post… sou mais ou menos um mix de coisas do que vc escreve… me vejo cada dia mais perdido, mas no meio desta confusão me encontro… sei que não nasci pra ser hétero, isso já esta resolvido na minha cabeça, mas encontrar alguem maneiro, do mesmo sexo esta cada dia mais complicado… o tempo esta passando, os anos principalmente e continuo sozinho… sei que nao sou um cara feio, mas o que as pessoas querem eu nao quero, nao quero trocar sexo por sexo…
    Quero alguem que me ame, que me valorize, quero amar alguem, quero poder ficar em casa de mão dada, ir no cinema, comentar a leitura de um livro.
    Não quero um cara intelectual, quero um cara maduro, culto e divertido…
    Conheço pessoas que acham que quando um gay vai ao cinema é por que esta deprimido kkkk que acho uma bobagem, pois amo cinema, curto de mais teatro, gosto de cultura em geral, museu, exposição…
    Mas encontrar alguem que queira dividir isto comigo é que esta dificil…
    Pensei em montar um apartamento… mas pra que?? pra ficar sozinho? não, melhor não, se nao tenho companhia, não sinto vontade de fazer…
    Quero alguem de verdade, de carne e osso, que me olhe e valorize, que entenda que meu sentimento é verdadeiro… que nao me veja apenas como um pedaço de carne… mas que me veja por dentro como eu me vejo…
    Adoraria passear no parque com você… se você conversa bem quanto escreve seria muito interessante te ouvir…
    Valeu pelo post e abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s