Ser gay e não seguir padrões

Fazendo este post todo dolorido, ops, mas por ter feito escalada ontem a noite. Estamos aqui hoje para abordar o tema:  ser gay e não seguir padrões. Já o falamos aqui várias vezes sobre essa temática.

Mas ontem, conheci um cara e conversando bastante, ele falou “nunca achei que ia encontrar outro gays igual a eu, que faz esportes, que curte falar coisas que os “homens” normalmente conversam, que curte rock”. Eu digo: “há centenas, mas eles estão em silêncio”.

Eu sempre digo aqui que sou contra a Ditadura Gay de costumes e comportamento. Pois o ser humano nasceu para ser livre; é claro, háa normas e regras de convivência, mas temos o livre arbritio que é uma sabia ferramenta para nos deixar mais livre nas escolhas. E por ter esse instrumento, eu tenho plena certeza quando digo NÃO, a ditadura comportamental que se estabeleceu no meu gay.

Quem disse que para ser gay você tem que usar o mesmo óculos, a mesma camisa apertada, comprar nas mesmas lojas, frequentar os mesmos lugares, curtir as mesmas músicas e idolatrar somente as divas?

Eu sou um gay livre, que não se enjaula, no que muitas querem dizer que é evolução, mas na verdade é uma coisa míope, pois criar bonequinhos todos iguais e sem na verdade identidade própria e personalidade, é algo que não quero fazer parte. Imagina, amanha se mandar eles se jogarem da ponte porque é o máximo, eles fazem.

Deixem essas coisas de ser pré fabricados ou feitos em massa para aparelhos e equipamentos, somos seres humanos, diferentes uns dos outros, com sentimentos multiplos. O bacana é interagir com o mundo, ser uma pessoa que não é uma “vai com as outras”.

Eu vejo esse isolamento comportamental gay, que sempre chamo aqui de ditadura comportamental como um mal para os gays. Primeiro porque se você quer fazer parte da sociedade e que ela te veja com bons olhos, é claro ninguém é obrigado a olhar o outro com bons olhos; você tem que interagir, e não tentar chocar, tentar se isolar, e tentar reprimir a diversidade. Segundo que isso é uma coisa de uma falta de criatividade e inteligência tamanha.

Falo sempre, o gay tem que aprender a conjugar a diversidade na própria casa, no próprio grupo. Somos milhões, e devemos respeitar as diferenças e não querer imprimir uma marca, como se ser gay fosse ser uma botique ou uma grife de roupas.

Continuem lendo outros post clicando aqui

Anúncios

21 respostas para “Ser gay e não seguir padrões”

  1. Também não sou dessa turma que seguem padrões sou da forma que sempre fui adoro música de boa qualidade não importa o estilo gosto de música francesa adoro esporte principalmente basquete quanto a roupa não vou mudar a forma como me visto por ser gay ou ser obrigado a seguir algum padrão e nunca conseguir entender o motivo para as pessoas terem “idolos” e “divas” são pessoas normais com erros defeitos e qualidades que enfrentam problemas como todo mundo esse sou eu e não estou nem ai para os padrões.

    1. Fala Carlos,
      Concordo com você.
      Pois é, essa obrigação de seguirmos padrões gays, não está com nada mesmo. Quero ser gays livre.
      Abraçao

  2. Concordo com vc e com o que Carlos comentou aí em cima. O que mais admiro numa pessoa é a sua capacidade de expressar sua personalidade através de sua aparência, de seu jeito de ser, se vestir e se comportar, de maneira natural e sem pretender chocar ninguém.

    Às vezes eu vejo tantos gays e héteros usando os mesmos tipos de roupa que fico me achando um estranho, um anormal, um peixe fora dágua. Particularmente, sinto que nem tenho ainda um estilo definido, e não vejo a necessidade de se ter estilo totalmente definido. Tem hora que gosto de me apresentar mais informal, mais despojado, com barba por fazer; em outros momentos gosto de ficar mais formal, mais “certinho”, outras vezes gosto de ter um estilo mais esportivo…

    Agora, esse rapaz q voce conheceu disse que nunca pensou que poderia encontrar um gay que gostasse de “coisas de homem”. E ele disse isso em relação a vc. Acho que essa afirmação é mais complexa do que imaginamos. Afinal, o que é gostar de “coisas de homem”? É gostar de futebol, de esportes radicais, de rock? Será que o gay que não gosta disso, ou simplesmente não está imerso nessa cultura, é menos homem, é mais estereotipado? E até que ponto que gostar dessas atividades é característica exclusivamente do universo masculino? Será que é por aí que definimos o gay-não-gay? O gay-não-gay tem gostos pré-definidos? Será que “gosto pessoal” é o mesmo que “comportamento”?

    Acho que até nós, que não somos estereotipados, podemos tropeçar em equívocos do nosso próprio universo homossexual. E isso acontece as vezes de forma muito sutil, quase que natural. Mas acho que temos que pensar nisso… Afinal, a última coisa que queremos é criar novo gueto ou grupo fechado, correto? Acho que temos que discutir mais esse aspecto, que acho importante e, principalmente, oportuno na atualidade, na “nossa” atualidade dentro do armário. Sei lá. Digam aí o que pensam… Vou discutir isso no meu blog tb.

    Valeu!

    1. Verdade Miguel, comportamento e cultura as vezes se confundem.
      O que ele deve ter tentado de me dizer é que os gays não gays, que não ficam imerso em cultura de divas, e tentando ser deixar de fazer coisas que gostam, para seguir padrões de vestir e de ser que vem importados não sei de onde, para que sejamos gays daquela forma. É uma coisa complexa, se você passar na rua da Farme no Rio, vai entender bem, o comportar, o modo de olhar, o modo de falar, só falar nas mesmas coisas que o grupo acha correto.
      Eu prefiro fazer um pouco de tudo, se pergunta você escuta a lady gaga, também, mas escuro também U2, Limpbiskt e outros. Não quero me limitar em um universo.
      Ontem mesmo fiz escalada como falei.Coisa que tem muita gay que vai dizer ai, que coisa primitiva.
      Abraçao

    2. AMOROSO

      surgiu o caminho,
      imaginar a vida
      presença constante.
      sensação de amor,
      sentimento carinho.
      sorriso consentimento afetivo,
      sonhos delirantes de gozo.
      ultrapassar…
      fel da homofobia.
      amor. procuro
      o abraço gostoso
      Homo Homoafetivas
      União União amorosa
      a adoção de menores
      por casais homoafetivos
      homoafetivos homoafetiva
      homoafetiva gay

      entidade familiar amor
      homoafetivo casal beijo

      homoafetivo love
      adoção homoafetivos
      adoção homoafetivos
      homoafetivos beijos

      adoção de menores

      por casais homoafetivos
      homoafetivos love
      homoafetivos kisses
      homosexuais kisses
      adocao homoafetiva
      casamentos

      homoafetivos

      carinhosa vida com gatos
      força amor
      motor vivo.
      amor maravilhoso.
      virtudes amor
      afinidades
      alma doçura
      sentido amor.
      amor é beijos
      (PANTERARICA)

  3. A maioria dos homossexuais assumidos e a mídia,influência para a existência desses padrões.Podemos perceber que a 10,15 anos atrás, à sociedade tinha uma visão do homossexual, como travesti e garotos com calças coladas.Isso mudou surgiu agora os homessuais “masculinos” homens masculos e bonitos(que por sinal não aparentam ser gay).É uma questão de evolução,logo logo num futuro próximo,os homossexuais com “padrões heterossexuais”(nós)irão se assumir e desmanchar esse padrões ridículos.

  4. Pois é blogueiro, esse meu comentário anterior foi só pra dizer isso, q acho que o que define o gay-nao-gay é o comportamento e não os gostos pessoais (de música, esporte, atividades, programas de tv, etc etc.). Pelo menos é o que penso, nao sei se estou certo… Mas eu entendi o que esse cara quis dizer, que é bom encontrar alguém q foge do padrão hiper-ultra-padronizado (kkkk).

    Abração tb.

  5. Eu queria agradecer ao propietário deste blog,pois sou um adolescênte confuso,estou me sentido perdido.Graças ao dentro do amário e agora homem que espera,estou me orientando.Vocês são os meus mais novos amigos,com vocês eu posso dizer o que eu sinto e o que eu acho,não preciso fingir ser uma pessoa para que os meus amigos ou a minha família me aceite.
    Obrigado,vcs estão fazendo um belo trabalho.

    1. Valeu Daniel.
      Pode contar conosco e tambem se tiver algum tema que gostaria de ver abordado aqui é só falar deixar um comentário.
      Abraços

  6. Olá,
    Sou estudante do último ano de Psicologia. Meu TCC tem como tema a descoberta da homossexualidade.
    Estou na fase das entrevistas, e gostaria de conversar com homossexuais do sexo masculino. Obviamente nenhuma informação pessoal do entrevistado, exceto a idade, seria divulgada.
    A entrevista aconteceria via internet mesmo, o que facilitaria para ambas as partes.
    Caso alguém tope, pode entrar em contato comigo através do email mariliafs88@hotmail.com , para tirar qualquer dúvida.

    Valeu..bjs

    Marília Soré

  7. Acho que tenho dificuldade de me relacionar com outros rapazes seja para namoro ou amizade por causa dessa falta de identificação.Gostaria de conhecer rapazes sem estereótipos ,mas como vc mesmo diss eles estão escondidos.
    Abrçs!

  8. Como eu já disse.. Pra mim as pessoas estão divididas entre dois padrões: A homossexualidade e a heterossexualidade. E cada um dos dois padrões possuem suas características. Existem héteros tarados, tímidos, etc. Como também existem gays afeminados, discretos, etc.
    E viva à diversidade!
    Valeu!

  9. Há muito preconceito com homossexuais que não aparentam ser. Sei muito bem disso, pois, sou um dos que não aparentam; quando muitos efeminados descobrem sobre nós, nos tratam como lixo, pois, para eles, tem que curti às mesmas musicas, o mesmo tipo de roupa, os mesmos lugares,…, se não, não é homossexual, ou, como alguns dizem, não é assumido.
    Ótimo post, leio seu blog desde o final do ano passado e somente hoje achei este post; me ajudou muito a compreender o que se passa. 🙂
    Continue assim, o blog está cada vez melhor.
    Abraços.

    1. Fala Neto,
      O Importante é que você sabe o que é, curte seu modo de ser e não vai ser influenciado pelos outros.
      Continue a comentar.
      Seja bem vindo.
      abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s