Segurar a mão de um gay não lhe transforma em gay

O post de hoje é inspirado em preconceito e insegurança.

Bem, tenho um amigo hetero, e por um papo que tivemos acabou sabendo que sou homossexual. Dai tudo bem, ele até ouve bastante o que tenho a contar, fica interessado em saber, e conversamos coisas que normalmente não falaria com outros homossexuais, dos poucos que tenho amizade.

Mas um fato me chamou atenção ontem quando estavamos nos esticando numas barras na rua. Ele estava com dificuldades de realizar o exercício e eu me propus a ajudar, só que ele falou “não me toque”. Ai perguntei a ele se estava com medo, ele me respondeu “não, mas, você é homossexual”.

Ai retruquei, e contei que no dia anterior  eu estava na praia fazendo slackline, e segurei a mão de dois amigos meus heteros para ajudar na travessia e não teve nada demais.

Ai ele disse, “é porque eles não sabem de você”.

Respondi: “tenho amigos que sabem e que são extremamente heteros, e que me abraçam, seguram a minha mão, e não há nada de errado nisso”.

Fiquei meio sentido com a situação.

Isso me faz recordar uma pesquisa sobre a aceitação dos homossexuais em profissões, na qual muita gente dizia que não queria ser servido por um medico gay, ou um policial gay. É o preconceito e a ignorância reinando no Brasil.

Mas isso me faz a escrever esse post, para dizer:

– Abraçar um amigo gay não vai ter passar nenhuma doença;

– Segurar a mão de um amigo gay não vai lhe transformar em gay;

–  O ato de segurar a mão de uma pessoa homossexual não implica em contato sexual algum e/ou de segundas intenções;

– Não é porque você é um homem que vá me interessar, nem todos os homens me interessam. Assim, como para um hetero inteligente, nem todas as mulheres vão o interessar.

Vivemos numa sociedade machista e burra, onde as pessoas inventam esses dogmas infantis, ou por puro preconceito ou por medo talvez se serem o que não são.

Sorte que os outros 99% dos amigos que sabem de mim, me abraçam, querem está comigo, apertam minha mão, e até tiram a roupa na minha frente. Esses atos não implicam e não influenciam de forma alguma no modo que uma pessoa é.

Mas digo aqui, parte desse preconceito é gerado pela ignorância da nossa sociedade, e advem de nós mesmos homossexuais, pelos atos de alguns todos pagamos, e a sociedade passa a nos olhar como safados ou serem puramente de sexo, por causa de conceituações burras tanto de heteros quanto de gays.

Assistam o melhor comercial contra o preconceito.

Só queremos respeito e mais nada.

Continuem lendo outros post clicando aqui

Anúncios

14 respostas para “Segurar a mão de um gay não lhe transforma em gay”

  1. Concordo com tudo o que foi dito neste post, e muitas das coisas do que vêm sendo ditas aqui. É que conheci esse blog semana passada, e parabéns, mesmo! Está sendo muito legal poder ler, compartilhar ideias e informações sobre tudo isso.

    Como estudante de publicidade e propaganda, até já havia visto esse VT acima, e para acrescentar, trata-se de uma propaganda irlandesa contra o bullying homofóbico. “Don’t stand for homophobic bullying” foi criada pela/para BeLonG To Youth Service (http://www.belongto.org/). É que seria um dos “cases” para análise em meu artigo científico, mas acabou não dando certo. Ainda quero abordar essa mesma propaganda com mais detalhes, futuramente.
    E como exemplo brasileiro, temos uma campanha legal e bem estruturada promovida pelo governo do Rio de Janeiro “Rio sem Homofobia”, que conceitua a importância do respeito às diversidades para um convívio pacífico. Foi a primeira campanha contra a homofobia promovida por um governo estadual em toda a América Latina. Vocês já devem ter visto (quem não viu, dá uma busca, vale ver!).

    Bom, por hoje é só. Parabéns, mais uma vez!

  2. Parabens por esse post ele reflete realmente o conceito de muitas pessoas sobre os homosexuais.

    As pessoas tratam a homosexualidade como se ela fosse uma doença e fosse ser transmitida.
    Muitas pessoas da sociedade são mesmo bastante ignorante e mal informada a homosexualidade é apenas uma caracteristica sexual que não pode ser transmitida.
    Existe também aquelas pessoas que acham que se ficarem sem uma parte da roupa(uma camisa,uma calça, ou de cueca ou sunga) na frente d eum homosexual ele vai atacar essa pessoa é muita burrice mesmo.
    Eu ainda não vivi nada disso pois ninguem sabe como eu te disse mas é possivel notar isso atrves de opiniões e comportamentos notaveis.
    Deve ter sido uma barra pra você mas boa sorte brevemente ele cai em si.

    1. Pois é, as pessoas criam conceitos e teorias que não tem fundamento algum, e pior o cara é instruido.
      As opiniões doem bastante, porque vocè acha que a pessoa é amiga e ela fala uma coisa dessas que contei no post.
      Grande abraço Paulo

  3. E como ficou o seu relacionamento com ele depois desse fato? Criou um certo constrangimento? Vcs “esfriaram” a amizade? Depois da “esticada” na barra vcs continuaram a conversar?

    Pergunto isso pq esse fato pode vir a acontecer com qualquer um de nós, e eu não sei qual seria a minha reação pós-demonstração-de-preconceito-por-parte-de-amigo.

    Valeu!

    1. A gente ficou tipo falando no face, ai fiz ele viu que fiquei bolado, e ficou me pedindo desculpas, ai dei um gelo, ai ele veio atrás falar comigo, mas chamei ele de preconceituoso.

  4. Muitos vivem para seres felizes sem se importar com que os outros pensam outros vivem para os outros quer um conselho se afasta desse teu “amigo”.

  5. Complicado isso. Muitos amigos e conhecidos meus, não têm nenhum problema em me abraçar ou apertar minha mão. Mas confesso que tenho receio dos meu colegas de treino, se souberem de minha condição, tenham tal atitude comigo, apesar de meu mestre saber que sou homossexual. Na verdade, o que se tem que colocar em mente, é que sempre existirão pessoas preconceituosas. Temos que aprender a lidar com isso. Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s