Homem que dá em cima de geral

Vou relatar hoje neste post o comportamento de um amigo meu gay que me faz não apresentá-lo aos meus amigos.

Conheço esse amigo há uns 11 anos, e ele veio morar no Rio, é amigo que é gente boa e tal, mas infelizmente vou ter de mantê-lo afastado de meu círculo de amizades.

É chato falar isso, pode parecer preconceito, mas não o é. O problema reside nos pontos que vou contar a vocês.

Último Domingo ele me ligou falando que já estava no Rio há 7 meses e que eu não o tinha convidado para vir a minha casa. No meio do papo ele falou “eu quero conhecer seus amigos”. Ai falei que amigos gays tinha poucos e que dois deles estavam namorando. Foi quando ele mandou essa “mas eu quero conhecer esses seus amigos homemzinhos heteros da praia que você faz esporte”.

Foi até engraçado o modo que ele falou isso, mas para minha surpresa não era brincadeira. E ele continuou.

“Eu tenho um modo de seduzir esses homens” …”Você me enturma e eu chego neles”.

Dai eu falei, qualquer dia desses você vem dá uma volta aqui. Mas de verdade, não vou convidá-lo para me visitar.

O que acho chato nisso tudo, é a pessoa não querer conhecer as pessoas para amizade, para se divertir, mas sim, com explicito interesse de caçar. Coisa que para muito gay é normal. E o que leva a muita gente a achar que somos somente “putos”.

Vocês vão perguntar, você já se interessou por amigos seus? Sim. Por três, mas não passou de sentimento platônicos, ou trocar de olhares, até já relatei aqui. E o que quis avançar (eu gostava demais dele) eu barrei chegar ao finalmente como ele queria, pois sabia que ia estragar nossa amizade. E é por isso que temos uma amizade sólida, apesar das tentativas dele até hoje. E teve o caso que relatei há algumas semanas atrás do amigo que falou que se excitava comigo. O que me deixou até sem reação e supreso. Mas dai a sair ou tornar todos (100%) dos meus amigos homens em objeto, não é legal.

Primeiro que não é todo homem que me atrai, e o que todo homem tem no meio das pernas eu tenho, e outra, são amigos de anos, uma parte sabe que sou homossexual, e me encarra super bem, como deveria ser numa relação de amizade hetero x homo; principalmente porque sou bem autêntico. Até se permitem ficar sem roupa na minha frente pois confiam em minha pessoa. Agora imagina se eu levo um amigo meu que começa a dá em cima de geral. Como é que eu fico? E pelo o que conheço dele, ele daria em cima mesmo, sem se preocupar, pois acha que não deve haver limites para um gay.

Acho que deve haver limites para gays e heteros. As pessoas tem que saber separar as coisas, você pode até achar fulano bonito. Mas dá em cima mesmo sabendo que o cara é hetero, para tentar pegar, acho que já é demais.

O cara que balança meu coração (o que combina em tudo comigo) até segunda ordem é hetero, a gente até troca olhares, o que me deixa confuso. Mas eu tenho uma coisa muito clara, eu não vou dá em cima, se um dia ele quiser chegar tranquilo. Mas eu não vou tomar iniciativa e nem transformar algo bacana é sacanagem.

Outra coisa que não gostei no nosso papo, é o fato desse meu amigos gay ter namorado, mas toda hora fala “me diz ontem tem lugar que eu posso fazer pegação?” “Estou querendo ir naquela festa moderninha para vê fulano de tal”. Pow, então porque está namorando? Somente para não está sozinho, e dizer aos demais que tem namorado.

Não, sou santo. E já contei minhas aventuras aqui. Porém, o que mais dou valor numa pessoa é o fator carater. Coisa rara também no meio hetero, mas que no meio gay tem muita gente que não está nem ai para isso, e acha normal transformar todas as pessoas em peças de carne penduradas num açougue prontas a serem devoradas.

Um coisa é sexo, que é sádio e normal, outra é ser um colecionador de pessoas, e pior transformar pessoas somente em objetos para satisfação do desejo sexual.

Continuem lendo outros post clicando aqui

Anúncios

12 respostas para “Homem que dá em cima de geral”

  1. Esta fixação com héteros existe de forma muito forte no nosso mundo, e conheço muitas pessoas que são miseravelmente infelizes por causa dessa predileção, que geralmente só resulta em decepção e tempo perdido.
    E tem tb aquele velho comportamento promíscuo que faz as pessoas acreditarem que quem é gay pensa o tempo todo em sexo e não faz outra coisa na vida. Claro que héteros são promíscuos tb, mas é diferente, porque os homossexuais encontram mais resposta pelo fato de que, quando os encontros “furtivos” acontecem, são entre dois homens, e homem é uma criatura muito mais sexual do que mulher, então pra rolar o que tem que rolar não precisa de muito esforço. E existe todo um “ranço” de eras passadas, quando os gays estavam começando a se mostrar, então a regra para eles era aproveitar a vida e a sexualidade ao máximo. Hj em dia este comportamento persiste ainda, com indivíduos buscando mais sexo e menos compromisso…aliás, nenhum compromisso. O que esse pessoal esquece é que ninguém é jovem para sempre, e que é muito difícil encontrar um par compatível para dividir a vida, por isso existem tantos velhos solitários e ainda assim promíscuos, passando a vida atrás de michês. Conheço um cara assim: ele já está em seus 45 anos (e tb é perseguidor de héteros), e numa festa que teve, ele bebeu todas e foi atrás do marido de uma das colegas dele no banheiro. Foi um constrangimento geral, mas tb me fez pensar e ficar triste, pois tem muita gente assim, sem noção do próprio comportamento, e sem noção de respeito aos outros.

    1. Gostei desse depoimento. E também do ponto o que nos leva a pensar, vamos ficar velhos, e as pessoas não buscam nenhum compromisso. Isso que me faz falta encontrar uma pessoa tranquila para compromisso.
      Grande abraço

  2. Deixando qualquer falso moralismo de lado, é claro que sexo é importante, satisfaz, e alguns caras “héteros” tem um algo à mais às vezes, até por se tratarem de um “fruto proibido”, representando para alguns um desafio, um troféu a ser conquistado. Eles são homens como nós, então é normal e compreensível haver atração de nossa parte. Mas o mais importante e crucial para nos mantermos emocionalmente saudáveis, é saber que a maioria desses frutos proibidos, são realmente proibidos, estão fora do nosso alcance.

    1. Falou tudo.
      “Mas o mais importante e crucial para nos mantermos emocionalmente saudáveis, é saber que a maioria desses frutos proibidos, são realmente proibidos, estão fora do nosso alcance.”
      Infelizmente esse meu amigo que relatei no post não entendeu isso.

  3. hauahauahau Minha nossa!Não sabia que existiam tantos “caçadores de héteros”.Se a caça ceder, hétero é que não é…no mínimo bi.
    Se for mesmo heterossexual , a designação já diz, não adiante forçar a barra, ninguém “vira” gay, sabemos disso.Tem que ter e se dar o devido respeito(forçar a barra e ainda mais com casado é fo…)
    É meu caros, estamos em um mundo cada vez mais descartável ,em que todos se tormam muitas vezes um objeto ou um pedaço de carne.Talvez no mundo gay isso se torne mais aguçado, mas de maneira geral isso é global.
    Concordo também que com homens são mais fáceis as relações furtivas e descompromissadas.Até mesmo a excitação é mais rápida do que a do sexo feminino, tavez sejamos mesmo um pouco mais sexuais.
    Engraçado que depois que se consegue “aquilo” pretendido efusivamente, resta só um vazio.Daí nos tornamos seres ainda mais carentes.
    Brother, de boa, sou assim não, sexo é muito bom, saudável e eu gosto.Pode até parecer uma visão clichê(sinceramente não acho!rsrs), mas prefiro todo o contexto: amizade, cumplicidade, afeto. Muitas vezes a continuidade, o “pós” é que fazem a diferença.
    E não tem esse lance de que porque é homem isso não existe…não só existe como têm relações duradouras que (com)provam isso.

    valeu pelo post.

    Abraçãoooo a todos

    1. Também concordo com você “prefiro todo o contexto: amizade, cumplicidade, afeto. Muitas vezes a continuidade, o “pós” é que fazem a diferença.”

      E novamente valeu por está sempre comentando.

      Grande abraço

  4. Tenho a impressão que alguns gays não acreditam que existam heterossexuais, tem caras assim, que acham que falta ao hétero conhecer um gay com pegada pra “virar” gay também, pior que eles não percebem que estão agindo igual esses que acham que somos gays por falta de tentar “pegar” mulher, como se a sexualidade se formasse pela insistência. O problema é que eu acho que essas atitudes fortalecem aquele medo/preconceito de algumas pessoas que acreditam que os gays querem “acabar com os héteros”, impor a “raça gay”, e essa idiotice toda. É natural que a gente sinta atração por héteros até porque nós nos sentimos atraidos por outros homens, o negócio é ter discernimento e respeitar o outro, por tudo que a gente passa e ouve as pessoas dizendo sobre homossexualidade nós deveriamos ser os primeiros a respeitar a sexualidade dos outros,rs, já que sabemos que não é preferência ou opção.

    Acho que o problema desse seu amigo é o da maioria hoje em dia, achar que a “cura” pra carência está na quantidade, rs, o negócio é pegar vários (pra mim isso tá mais pra gingana, kkk), só alimenta o ego e o prazer é bem momentâneo, é uma “felicidade fast-food”, mata a fome mas não sustenta, e com o tempo vai fazer mal, kkkk…

    O que eles não vêem que o tempo vai passando e o vazio vai ficando, por isso tem tanto velho solitário e promiscuo como o Paulo disse.

    Abraços!

  5. Valeu blogueiro, gosto de comentar e expor minhas opiniões =).
    Concordo com você Alexandre,mas, felizmente(até mesmo pelos comentários), existem pessoas que prezam pela essência.Temos que acreditar que alguns seres humanos crêem nisso.

    ps. acrescento no trecho: “velho solitário, promíscuo”… e infeliz!

  6. Falando sobre os velhos solitários, além de tristes como o Thiago apontou, tem outra coisa: falidos. Conheço histórias de caras que gastam o que tem e o que não tem para comprar bebidas e drogas para os caras nas boates, bares e afins. Nem vou entrar no mérito de se são héteros ou bi ou gays, mas a questão é que são michês, estão ali para ganhar a vida. Tem caras casados, com filhos, e que estão ali pois sabem que vão conseguir dinheiro e o que mais quiserem, e conseguem. Do caçador de héteros que conheço, que nem é tão velho assim, 45 anos, não sei se tenho pena ou fico indiferente, pois ele atualmente está perdidamente apaixonado por um cara que conheceu numa boate, que pela foto que vi, é feio de doer, mas é “hétero”…nunca fizeram nada, absolutamente nada, mas ele fica por perto, dando a entender que pode rolar, e consegue tudo que quer…ganha cerveja que vai pra conta do coitado, que não tem mais da onde tirar dinheiro para pagar (sem falar nas drogas que rolam de vez em quando). Não generalizando, mas para exemplificar o comportamento em questão, são gays que passam a vida toda atrás de sexo, ou de relações impossíveis, para se verem sozinhos e desesperados quando já é mais difícil de se conseguir alguém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s