Casais gays chefiando mais lares no Brasil

Ontem saiu dados do IBGE sobre o Censo Demográfico de 2010, e o dado interessante, foi o de residências com casais gays, este é um dado novo nas pesquisas do IBGE.

“Hoje, há 57 milhões de domicílios no Brasil. Destes, 60 mil são chefiados por casais homossexuais. Foi a primeira vez que o Censo contabilizou o número de residências com casais gays. Independentemente do sexo do chefe de família, o Rio é a capital com o maior número (72,7%) de domicílios com um só responsável pelo sustento” (O Dia).

O dado apresentado acima, se comparado com o universo de 57 milhões de lares no Brasil ainda é pequeno, mas já demonstra o surgimento de um perfil, o do lar chefiado por homossexuais/gays.

Creio que ainda deva ter muitos lares que sejam chefiados por casais gays, e os mesmos tenham omitido a informação. Mas também creio no que sempre falamos aqui, o desejo de ter um parceiro fixo, a formação de um casal é algo muito mais difícil entre os gays. Devido a pressão e disseminação de algumas mentalidades no meio gls: curtição total, sem compromisso, sexo fácil, etc.

Eu cruzaria este dado acima com o que o IBGE captou sobre heteros, cada vez, as pessoas estão querendo morar sozinhas, não estabelecer um relacionamento no mesmo teto. Talvez, isso também ocorra no meio gls. Eu mesmo já mencionei aqui em posts que não sei se quero dividir um mesmo teto com outro cara. Minha idéia é que cada um viva em sua casa e a gente compartilhe as duas casas juntos. É claro sem traição.

Certamente lá na frente quem sabe eu mude de idéia e queira ter alguém na mesma casa que eu. Porém, isso vá depender muito da pessoa, e o que ele me passe de verdade.

O morar só tanto para heteros, quanto para homos, vez daquela questão de espaço, da não cobrança diária, da necessidade de ter um momento a só. Mas viver sozinho ou em lares separados não quer dizer que não deva haver compromisso.

Bem é isso, essa é uma das novidades sobre o perfil gay captado pelo IBGE, o que já é um avanço.

Continuem lendo outros post clicando aqui

Anúncios

2 respostas para “Casais gays chefiando mais lares no Brasil”

  1. Olá, esses numeros são realmente relevantes, apesar de não expressarem a realidade, dos lares gays brasileiros, pois se no sul e sudeste é mais “facil” se assumir no norte e nodeste ainda vivemos sociedades (principalmente no interior) onde tudo mundo toma parte da vida do outro, e conhecer certos aspectos a vida do outro pode implicar em uma serie de sanções para a vida social, profissinal e profissional. Quanto ao morar só eu, realmente não sei como é dividir a vida à dois sob um mesmmo teto, sempre morei com meus pais, mais quero ter minha casa meu espaço e dividr com alguem, pois eu sei como é legal chegar ao fim de tarde e saber que tem alguem esperando por agente em casa, que vamos contar com foi nosso dia, que vai nos dar um abraço etc coisas de casais, E outra quero ter um filho não sei como mais vou ter um, mais creio que isto fica por conta de cada um esse é um dos varios desejos que tenho para minha vida.

    1. Fala Allexsandro,
      Os dados não refletem as diferenças regionais brasileiras, eu fico as vezes com o pé atrás nessas pesquisas, mesmo porque cada região tem seus costumes e peculariedades e modo de ser do povo.
      Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s