O diário de um gay não gay: sou homossexual

Coisas bacanas da vida!! a VIDA

In amor entre homens, boate gay, comportamento, dentro do armário, descoberta sexual, discriminação, escolha sexual, gosto de homens, homossexuais, namoro gay, opção sexual, preconceito, primeira vez, revista gay, sexualidade, shelter o filme, sou gay on agosto 29, 2012 at 1:32 pm

Bem, estou há umas semanas sem postar aqui, meio que correria de trabalho, vida, etc.

Hoje, estou aqui para compartilhar algo bacana que vi ontem, um dos nossos leitores que há dois anos, graças a Deus desistiu de se suicidar. Me enviou umas fotos dele na Califórnia. Está fazendo intercambio.

Imagina que há dois anos, ele vivia uma tormenta, era adolescente, tinha incertezas, medo de não ser aceito, preocupações e queria tirar a vida só porque era homossexual, ou diferente dos demais.

E foi uma felicidade quando li a sua primeira carta dizendo que o blog o ajudou. Isso não tem preço, é a maior riqueza e felicidade do mundo, salvar uma vida, ajudar o próximo. Sei que as vezes não dar para responder a todos da forma que gostariam, que as repostas eu não posso as dar, o que posso é compartilhar um pouco das minhas experiencias, alegrias e dores, e experiências a gente vive a cada dia, não há uma formula pronta para ser um homossexual feliz.

Imagina que há dois anos o nosso leitor tinha um grande problema, que na verdade não era porque ele se descobriu um homossexual, mas sim porque ele queria desistir da coisa mais importante a vida. As vezes a gente pensa que está com problemas tão grandes, mas ao nosso lado tem gente que tem maiores. Dai a nossa responsabilidade de tentar fazer um mundo melhor, colaborar com os outros, dar uma palavra, ouvir. Essa palavra ouvir é muito importante. Poucas pessoas param para escutar as outras.

Fico feliz pela felicidade desse nosso leitor, pela nova vida que ele ganhou, porque ele não ter seguido aquele caminho triste, por ele ter nos encontrado, e , podido ler a centenas de post que o ajudaram de alguma forma.

Sempre é bom ler e reler os post aqui. Vocês sempre vão encontrar algum ponto que vai os ajudar. E o mais importante, saibam que todas as respostas para as soluções das suas vidas estão nas mãos de vocês. Não se subestimem. Você são inteligentes, sábios e capazes.

E para encerrar. Novamente venho aqui incentivar a vocês a viverem, a sorrirem mais, a fazerem atividades esportivas, a se aventurarem pelo mundo, a falaram e interagirem mais com as pessoas. A vida é o bem mais precioso que vocês tem.

Continuem lendo outros post clicando aqui

  1. Olá pessoal do blog!
    Ha algum tempo atras haviam deixado um comentário pela primeira vez aqui no blog, naquela época eu estava vivendo uma situação que hoje sei ser muito comum.
    “Eu amo o meu amigo!”, essa é a frase que habita na cabeça de milhões de pessoas em todo o mundo e tira algumas noites de sono. A vida tinha se tornado complicada, amar e não ser amado não é com certeza uma tarefa fácil, ainda mais quando não sabemos se seremos aceitos pela pessoa que amamos.
    Mas é percebi algo que poucos veem, devemos ter coragem de fazer aquilo que precisamos, não podemos esconder algo que para nos é tão importante. Foi então que em uma noite qualquer eu contei para ele e a resposta foi realmente estranha: “NADA’, ele nem negou nem aceitou, apenas disse que ja esperava por isso e não passaria a me odiar por causa disso.
    Talvez contar isso tenha mudado algo, tenha feito ele ver as coisas de formas diferentes. E foi quando eu comecei a errar, eu comecei a exigir respostas, fui injusto, pois estava exigindo respostas que ele não podia dar.
    Então as coisas começaram a ficar piores para mim, mas o tempo nos separou (greve, pois estudamos na mesma escola), no inicio foi difícil pois não conseguia ficar sem vê-lo, mas agora sei que essa foi a melhor greve de minha vida.
    Percebi que estava fazendo algumas coisas da forma errada e que o tempo longe me ajudava a refletir sobre o que eu estava fazendo errado. Que eu tenho que dar tempo ao tempo e não cobrar por respostas.
    Hoje, estou aqui, ainda longe, mas sei que vou ve-lo denovo e por um longo tempo. Quando voltar estarei diferente, menos chato, mas compreensivo. Eu estarei sempre lá, no meu lugar. Por que eu não posso obrigar as pessoas a me amar e sim fazer o meu melhor e esperar que a vida faça o resto.

    MAS NUNCA DESISTO DOS MEUS SONHOS PORQUE:

    “Nós fomos feitos um para o outro
    Para ficarmos juntos para sempre
    Eu sei que fomos”

    ELE APENAS AINDA NÃO CONSEGUIU VER ISSO.

    VALE A PENA CONFERIR: http://www.vagalume.com.br/avril-lavigne/when-youre-gone-traducao-2.html

  2. Grande Cabeça!
    Já estavamos sentindo tua falta cara!
    Tuas estórias, experiências, vivências, dicas e relatos remetem a Oscar Wilde:
    “Viver e a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.”
    Você e uma daquelas pessoas que irradiam que a vida vale a pena!
    Você faz muita falta cara.
    Abraço.

  3. Fiquei muito feliz quando vi essa postagem,pois esse garoto conseguiu vencer uma barreira que assola muita gente…e tava com saudades das suas publicações.
    Abraços.

  4. Pode ter certeza q tbm está ajudando muitos outros caras que passam por essa situação! Não há nada melhor do que encontrar gente igual vc, se sentir normal, ou no mínimo parte de algum conjunto.
    Tambem sou um cara completamente fora dos padrões gays da sociedade kkk
    Confesso que a um tempo não conseguia nem digitar a frase “eu sou gay” na internet, mesmo com identidade anônima. Bom, considerando que eu não pretendo sair por ai falando q eu sou o q sou, acho que pelo menos nisso seu blog já me ajudou rs
    Auto aceitação é o mais importante, não importa se vc vai se assumir em público, acho q o q importa é entender sua sexualidade e aceita la!

  5. Coisas bacanas da vida – um cara que nem o Cabeça.

  6. Nossa que história linda. Imagino como vc deve ter ficado feliz de ter conseguido ajudar alguém mais saiba que isso tudo não seria possivel se não tivesse esse espaço que acabou sendo de todos e que vc é muito corajoso de abrir seu coração para um bando de “desconhecidos”. Mais imagino que da mesma forma que vc ajuda muitos ao escrever acaba se ajudando e todos em algum momento acabam se indentificando com algum momento da sua história ou de outro leitor. Faz um bom tempo que frequento esse espaço nem sempre dar para manter uma frequencia por questão de tempo mais sempre que dar passo aqui e me dar muito orgulho de passar por aqui e ler os pensamentos de caras tão diferentes e tão iguais a mim ao mesmo tempo.

  7. A sensação ver alguém superar algo assim deve ser realmente sensacional.
    E ver que você teve uma pontinha de responsabilidade por isso deve ser melhor ainda.🙂
    Parabéns. Para os dois!
    Cara, falei no meu comentário no teu último post que tava pensando em criar um blog e acabei criando. Se puder, dá uma checada lá!
    http://abreosteusarmarios.blogspot.com

    abraço!

  8. Meu Deus! Que as ajudas se multipliquem. Fiquei muito emocionado e satisfeito. Parabéns por ser um ”instrumento para o bem”, uma porta de saída de Deus e da sua essência. Estou muito surpreso de conseguir salvar uma vida, na forma de dar esperança, nova visão. Eu comecei procurando um blog bissexual pra eu achar alguém pra me relacionar, pois preciso sentir felicidade em algum tipo de relação. Achei uma matéria da livraria da folha livro “A experiência homossexual” e me identifiquei muito com o perfil de outros bissexuais. Bisbilhotando parei aqui. Que maravilha…vou começar a manter os olhares que eu recebo, pois sempre me perguntava como saber se um cara é gay ou bi. Não curto efeminado, pois gosto de homem ou de mulher (bem definidos em suas categorias).
    Enfim, boa sorte para todos nós! Sejamos felizes!

  9. É verdade eu aqui pensando demais no amor, e acabo esquecendo que eu também tenho uma vida, amigos, sorrisos, e muitos mais. A vida é feita de escolhas, e eu escolho ser feliz!

  10. Cabeça !

    Onde vc anda ?
    Ta fazendo falta por aqui !
    Abraço.

  11. eu achei esse blog e amei vou ler ele sempre..!

  12. Puxa , faz tempo que não posto, mas creio que é chegada a hora.Há cerca de um ano me enxerguei gay e passei pela maioria das nóias, sofrimentos e angústias que todos passaram por aqui, e no decorrer desses doze meses foram inúmeras descobertas, conflitos e decepções, mas acreditem, está sendo a melhor época da minha vida. Pelo fato de me aceitar , tudo ficou mais fácil, a interação com o mundo, fazendo o que realmente desejo, com integridade e discrição… enfim,tudo está confluindo para que a felicidade seja conseguida, a partir do dia que eu me propus a buscá-la…
    O que eu posse dizer ao “Cabeça” e a todos que acompanham ativamente ou não a esse ótimo blog é que passados centenas de dias, a minha vida deu uma guinada para MELHOR…
    Desde o primeiro beijo, desilusões , erros e acertos, me vejo mais calejado, maduro,tranquilo e muito feliz..Analisando alguns desabafos meus aqui(meses atrás) é possível ver as diversas fases passadas sejam elas melancólicas, revoltadas ou esperançosas…
    Em suma hoje , estou muito realizado… namorando, trabalhando , errando…VIVENDO!
    Findo este comentário com uma frase que norteia e tem dado resultados na minha vida:
    Tudo vai dar certo, o universo conspira a nosso favor!

    Abração a todos, sorte sempre…fiquem com Deus!

  13. Gente !

    Alguém sabe onde anda o Cabeça ?

    Ta fazendo muita falta por aqui …

    Abraços

  14. Esse blog tem sido mesmo de grande ajuda pra muita gente, pra mim inclusive. Aqui consegui ver que existe mais gente como eu do que mensurava e isso de certa forma alivia nossas nóias, pricipalmente de acreditarmos que somo diferentes demais dos outros.

    Quando conheci o blog eu tava tentado me aceitar, mas com uma dificuladade enorme, e foi lendo os posts aqui que fui ficando de boa comigo mesmo, não posso dizer que tá tudo blz, que tô livre das nóias, mas vou tentando me ver como sou, e enxergar que não posso fugir disso, sou assim. Mas já tive pensamentos suicidas também, uma porção de vezes, hoje nem tanto, mas a vida ainda é meio vazia. Mesmo me aceitando, ainda sinto-me meio deslocado, sei lá, mas vou sobrevivendo.

    Abraço a todos.

    Marcus Vinicius.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: