O diário de um gay não gay: sou homossexual

Amor, amizade, preconceito

In amor entre homens, bissexuais, cinema gay, comportamento, dúvidas, dentro do armário, descoberta sexual, diferenças, discriminação, escolha sexual, homossexuais, opção sexual, preconceito, primeira vez, psicologia, revista gay, sexo, sexualidade, shelter o filme on outubro 12, 2012 at 3:02 pm

Bem, estou devendo posts aqui, tenho recebido muitos e-mail pedido apoio e tal. As vezes não dar para responder a todos. Um conselho que posso dar é que leiam os post desde o início, vocês podem extrair algo que podem ajuda-los de lá também, quando eu estiver ausente e não puder postar aqui ou responder e-mail. Mas saibam eu jamais esqueço de vocês. Agradecer também aos que enviaram emails perguntando “kd você” fiquei feliz pelo carinho e amizade.

Mas voltando aqui aos post.

Eu acho que não tenho muito assunto ultimamente que realmente possa postar, mas um interessante é sobre preconceito. Mais precisamente sobre de nossa sociedade (digo isso de forma geral, heteros e gays) acharem estranho quando dois homens andam bastante juntos e se dão atenção.

No meu caso é amor mesmo, e se não fosse? Fosse somente amizade…

Engraçado, que tanto heteros, quanto gays, ficam tentando se meter na vida da pessoa. Um dia desses um gay virou e falou “ah você vai ficar nessa vidinha com um cara que não é do nosso meio” e aqui eu pergunto, e o que tem de errado isso? Nada, eu estou feliz, está me fazendo bem, tenho coisas com ele que muito casal hetero e gay não tem. Mas para ser feliz é claro, tanto heteros, quanto gays, acham que devemos seguir os padrões criados por ambos.

Felicidade, amor, relacionamento não tem formula, já falei isso aqui uma vez.

Outro dia chegaram conversas atravessadas que achavam que eu e o rapaz eramos um casal de namorados, isso veio de papos de heteros. Ai novamente pergunto, que preconceito. Você não pode ter um amigo, ou alguém que você se dedica, que você trata bem mesmo, que as pessoas já se incomodam, ou por inveja, ou porque não são capazes de tratarem as outras de uma forma legal.

No dia que gays e héteros descobrirem que amizade, que tolerância, que respeito, que cuidado, que flexibilidade são a base de um bom relacionamento, o mundo vai ser bem melhor para ambos.

A dica deste post diz, que você deve ser feliz da forma que escolher, viva o relacionamento da forma que mais agrada os dois. Só você e seu parceiro ou parceira podem saber o ponto bom, e não os demais que estão de fora, e que não tem coragem de amar, e ficam dando pitacos por pura covardia e medo.

Continuem lendo outros post clicando aqui

  1. Bem-vindo de volta pessoa. Legal ver outro post deste blog. Já li muitos dos posts antigos e, devo dizer, me ajudaram muito. Mais uma vez: parabéns pelo blog. Não esquenta com o tempo. Todo mundo tem seus assuntos pra resolver. Só não esqueça de seus leitores rs. Abraço.

  2. É muito bom voltar a ler os seus posts, cara🙂
    Acho engraçado que comigo acontece algo parecido. Vira e mexe eu fico muito próximo de algum(a) amigo(a) e as pessoas vivem achando que eu tô pegando, independente de sexo, credo, raça, signo ou pokémon preferido…
    não qual é essa das pessoas pensarem que eu não posso ser grande amigo de alguém sem estar namorando essa pessoa…
    abraço!

  3. Bom deemais!! todo mundo falando bem do blog,passaram algumas pessoas la no meu e divulgaram seu blog,achei muito bom e não perdi tempo meu,me recomendaro esse aqui pq eu tava precisando rastrear celular …parabens ai pelo blog e vou esta sempreee!! sabe o que é sempre?sempre acompanhando!!fuuui

  4. Nossa, finalmente encontrei alguém que me entende! Tenho um amigo que amo de verdade, mas não sexualmente, ele sabe disso, de minha sexualidade, e ele me ama também. Todos os dias ligo pra ele e digo que o amo, dou atenção, ouço seus problemas e ele ouve os meus. Ele me diz que sou seu único amigo. Eu digo que ele é a pessoa mais especial que conheci. Nunca transamos, nem tenho vontade. É como se ele fosse meu irmão, ou pai, afinal, tenho 23 e ele, 42. Mesmo que encontre uma pessoa (pessoa mesmo, sou bi) pra viver junto pra sempre, ele será sempre meu amigão, como ele gosta de me chamar.

  5. Ola, desculpe pelo longo texto aqui na resposta, mas não sei como publicar aqui no blog. è mais uma dica de ajuda que preciso. caso achar longo pode excluir.

    As vezes entro no blog e acho legal os posts. Percebi que a maioria do pessoal dos post
    são bem mais novos que eu, pois estou com 40 anos. Sou de Minas Gerais.

    Preciso de uma ajuda. Sou gay assumido pra mim e pouquíssimas pessoas, prefiro ser bem discreto.

    Já namorei várias vezes, mas aqui vai meu dilema:

    Tenho um amigo, nos conhecemos este ano. Casado há 9 anos e se divorciou há 3 meses. Nos damos muito bem, uma amizade
    bem legal e parece que nos conhecemos desde a infância. Ele hétero, machista e sempre falando de mulheres no grupo dos amigos,
    bem estilo comedor. Briguento demais, enfim aquele machão de sempre.

    Só que ficamos muito próximos e as vezes acho q ele percebe algo, pois sou muito dedicado nas minha amizades, faço tudo sem interesse algum.

    Pois bem, esta semana fomos a um churrasco e ele ficou muito mal com bebida e não queira ir pra casa dos pais, (detalhe que ele tem 40 anos, mora com pais depois do fim do casamento). Pediu pra eu leva-lo pra minha casa e descansar la. Nos falamos muito e vários assuntos e ele disse o qto me acha amigo, como um irmão e pediu
    desculpas pelas vezes que foi grosso em algum assunto e que brigava comigo por me considerar um irmão dele.

    Certa hora, percebi q o efeito do alcool havia passado e falei pra ele tomar um banho e descansar (eu realmente não queria nada, ainda mais no estado que ele estava
    e tinha medo de estragar nossa amizade) e ele foi pro banho e pediu pra eu ir com ele.
    Não fui e ele insistiu e acabei cedendo. Tomamos banho e qdo vi ele estava excitado e encostou em mim e perguntei o que significava aquilo, e ele me respondeu
    que tava excitado etc e perguntou se eu nao queria chupar. Disse que não, q ele estava confundindo etc e ele veio com uma frase: No fulano (um amigo em comum) vc fez
    e comigo nada? Fiquei envergonhado, pois sempre fui discreto e estava crente que ele nao sabia. Nisso ele me pegou e levou minha cabeça em direção ao seu pau.
    Acabou rolando um oral e ate perguntei brincando se eu não iria apanha em seguida, visto que ele é daqueles cara marrentos etc.

    Ele dormiu em minha cama e passou o dia seguinte inteiro descansando, pois estava mal devido a ressaca. Sai pra comprar um remedio pra ele e almoçamos. Foi uma
    tarde muito gostosa, apesar dele estar passando mal.

    Resumindo, deixei ele em casa e liguei no dia seguinte pra saber se ele estava melhor. Disse que sim num papo bem rápido e não falou comigo.
    Liguei na vespera do ano novo e não me antendeu. Novamente liguei no dia do ano novo e tb não me atendeu.

    Devo lembrar aqui que há uns meses atras fomos a uma viagem e a familia dele tb foi. Como sou muito prestativo com os amigos, fiz de tudo pra deixa-los a vontade
    e uma pessoa da familia falou em off pra ele e mais alguns que achava que eu era gay etc e que homem não faz tantas gentilezas etc. Na epoca ele tb deu uma afastada
    geral e eu nem sabia o pq, ate que um primo dele me falou o ocorrido, ele era casado na epoca ainda.

    Então, voltando ao fato recente, percebo que ele vai se afastar de novo. Não queria de forma alguma perder esta amizade, e tb sei que eu não fiz nada, e foi ele quem criou a situação.

    lembro que qdo ele bebe um pouco mais, em ocasiões passadas falava que me amava muito e que eu era mais que um irmão por tudo que fiz a ele, e realmente eu fiz pela amizade mesmo e qdo meio bebado ficava com as brincadeiras de pegar no meu pau, passar mão na bunda etc. Confesso que tenho tesão nele e até gosto dele mas preferia manter a amizade, pois gosto muito da sua companhia.

    Hoje ele também não me atendeu. Não sei o que passa na cabeça dele e sei que vou ficar mal pela amizade. Sei que devo deixar o tempo rolar etc, mas gostaria de saber de vocês
    por tudo que já foi publicado no blog, uma opinião, mais sobre ele do que a mim, pois sou um adulto com mais de 40 anos e sei administrar a vida, as vezes dói mas sei que passa.

    Grande abraço,

    Marcel

    • Marcel, conselho seria você deixar o tempo ser o remédio. Eu sei que vai doer, pq você é bastante amigo. Mas importante é você aguardar algum sinal dele.
      Desejo sorte.
      Grande abraço

      • Opa!!! Grato pelo retorno.
        Achei que demoraria um pouco mais, mas a gente está normal como se não houvesse nada.
        Mesma coisa mesmo, brincadeiras, abraços e sempre me achando um grande amigo. Mesmo nós não termos tocado no assunto, eu acho que ele estava com vergonha da situação.
        Mas to feliz por não ter abalado a amizade. Ele quem me ligou e saímos pra uma pizza.

        Valeu a atenção!!

        Abraços

      • Grande abraço Marcel

  6. Opa!!! Grato pelo retorno.
    Achei que demoraria um pouco mais, mas a gente está normal como se não houvesse nada.
    Mesma coisa mesmo, brincadeiras, abraços e sempre me achando um grande amigo. Mesmo nós não termos tocado no assunto, eu acho que ele estava com vergonha da situação.
    Mas to feliz por não ter abalado a amizade. Ele quem me ligou e saímos pra uma pizza.

    Valeu a atenção!!

    Abraços

  7. Tenho passado por algo semelhante, tenho um amigo e sinto muitas coisas por ele, tenho 18 anos e ele tem o dobro da minha idade, realmente não sei o que fazer, quero muito ficar com ele, ter algo com ele, porém tenho medo de perder a amizade que criamos.
    Ele também é gay, mas tenho medo de tomar decisões precipitadas…

    Gostaria de um conselho de vocês.

    • Siga o seu coração, mas faça ponderações, e converse com ele tambem. Sucesso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: