O diário de um gay não gay: sou homossexual

Utopia homossexual ou cegueira?

In amor entre garotos, bissexuais, cinema gay, comportamento, dúvidas, dentro do armário, descoberta sexual, diferenças, discriminação, escolha sexual, esteriótipos, GLBT, gosto de homem, Meninos e Meninas, namoro gay, opção sexual, parada gay, poemas, preconceito, primeira vez, psicologia, revista gay, sexo, sexualidade, shelter o filme, sou gay on novembro 2, 2012 at 2:24 pm

Bem vou começar este post com a seguinte frase que uma amiga sempre me diz:

“Nao dá para viver em guetos, nos temos um lar comum, a terra, vamos ter que nos esbarrar sempre. Essa gente vive na ilha da fantasia.”

Bem, estes dias ouvi na rua de um outro homossexual que não sabe que sou homo, que o relacionamento homossexual é mais perfeito do que o de um casal hétero, ele falava com palavras chulas, que vou trocar é claro na citação de frases:

“Os homens para serem felizes num casamento hétero são obrigados a conviver com aquelas vaginas.” …

“Como se pode conviver com uma mulher numa relação?”

“Nós homo, é que vivemos bem, somos lindos, perfeitos, curtimos a verdadeira beleza, não temos obrigação de ficar com aquelas vaginas…”

Gente eu ouvi tanta coisa que tenho até vergonha de por aqui, acho que ele deve viver com certeza num outro mundo. Primeiro, não devemos ter nojo das mulheres, e nem tê-las como rivais. Isso é pura burrice, afinal de onde todos nós nascemos? De um útero sagrado de uma mulher que nos gerou!

Dois, isso aqui não é disputa de “esse homem é meu, larga ele mulher…” Todos nós temos direito de ser felizes. Ok?! Então há espaço para homem hétero, homens homo, mulheres, e etc. Casais homo e casais héteros.

O papo do cara na rua foi de uma discriminação total. Imagina só, ele se esqueceu que no meio gay, tem as Lésbicas, e então eu vós pergunto. Elas não tem direito de ser felizes, a relação delas não pode ser perfeita também? Porque dois pênis podem ser perfeito e duas vaginas não?

Olha, to cansado desse papinho de homo, de que somos uma raça, que somos perfeitos. Fica parecendo aquelas novelas de tv, que todo mundo mora no bairro perfeito, é rico, vive na badalação. Não vou citar o bairro, é até ao lado do meu, mas lá também tem infelicidades e mazelas. As vejo isso todo dia.

Temos que nos conscientizar que estamos na mesma aldeia, a Terra, e nela a milhares de seres. E Deus na sua sabedoria nos fez diferentes um dos outros. Esse é o grande barato da vida. Ser diferente. Ai vem um grupo de gay, que falam tanto de diversidade e reclamam isso da sociedade e nem com um papinho infeliz como o citado lá em cima. Eu sei todo mundo tem direito a ter sua opinião. Mas olha, não adianta pedir Diversidade, se o preconceito é venenoso dentro do nosso meio. E invadi pessoas do nosso meio as excluindo também.

Olha graças a Deus não pertenço a essa coisinha de mundinho perfeito, sou cheio de defeitos de personalidade e até físico, e nem por isso sou infeliz. Perfeito meus amigos, aqui na Terra só teve Jesus, então vamos parar dessa que somos a raça perfeita. Ao se proclamarem assim, já o mostram que não são. Atrás da perfeição tem uma criatura triste que escondida, que se mascara nessa coisa hipócrita, porque teme o que nos espera a velhice. Lá se tornam seres mais intolerantes e sozinhos.

Vamos ser felizes com nossas imperfeições, com as diferenças, convivendo em paz, gays e héteros, aceitando que em nosso meio há diversidade também, respeitando as meninas héteros e gays.

É mais ou menos isso que penso. Não sou o dono da verdade. Mas acredito que Diversidade e Respeito devem começar dentro do meio para depois ser exigido pelos demais grupos sociais com os quais convivemos.

Não pretendo ter um relacionamento onde o pênis e o dinheiro sejam mais importante que o ser humano.

Continuem lendo outros post clicando aqui

  1. Por experiência própria, eu sou do tipo que também acredito que relacionamento homo é mais perfeito do que relacionamento hétero (e pensar assim me faz muito bem), mas nem por isso vou sair por aí fazendo esse tipo de comentário com qualquer pessoa pelas ruas. Trato todos os seres humanos da mesma forma, mas na minha casa geralmente só entra gay que considero sensato e que realmente possui o dom da amizade. Ah, e o meu mundo sempre precisa ser perfeito: simplicidade é perfeição, pau pequeno é perfeição, gordura localizada é perfeição, rs, trabalho digno é perfeição, não ter carro é perfeição, e por aí vai… ou seja, perfeição é algo muito subjetivo. Abração!!!

  2. Nossa… essa foi bem esquisita… Não condeno exatamente as pessoas de terem esse tipo de pensamento (tanto de um lado quanto do outro), mas deixar de lado as mulheres é sacanagem. A sociedade já é um tanto machista com vários exemplos que já aconteceram e acontecem. Fiquei boquiaberto o comentário dessa pessoa sobre a figura feminina… Ele pode não ter se lembrado da mãe que o gerou…. Enfim, é cada coisa que se vê por aí. E, provavelmente, não será o última vez que vai se ouvir isso. É esperar pelo melhor: esperança.
    Abraço.

  3. Cabeça !

    Veja que o preconceito agride, machuca e transforma as pessoas.
    E preconceito gera mais preconceito, numa reação em cadeia.
    Parece o caso dessa pessoa – que deve ter sofrido muito.
    E reage de maneira praticamente irracional.
    Lastimável. Temos que aprender com isso.
    Vivo num bairro tomado de mazelas e inúmeros problemas.
    Ao lado daquele que Tom Jobim amava e tanto mencionava em suas músicas.
    Como todos os bairros dessa enorme (e amada) metrópole temos sérios problemas.
    Não há bairro perfeito. Também não existem pessoas perfeitas. Nem cidade perfeita.
    E como vc disse o segredo é o respeito recíproco.
    Respeito pela diversidade.
    Algo que deve ser conquistado…

  4. “Somos uma raça, que somos perfeitos”. Quando eu escuto ou vejo alguem falando assim eu sinto muinto nojo, esse modo de pensar me lembra aquelas imagens de campos de concentração em que a “raça perfeita” fazia o que fazia. Esse modo de pensar e vergonhoso.

  5. vamos viver com amor galera a vida passa tao depressa

  6. bom eu acho q cada um tem seu direito de orientaçao sexual entao os heteros se acham melhores so pq o pai tem q falar ah meu filho e macho nao é bem assim nao todo mundo tem direitos eu sou homosexual minha amiga é lesbica nesse ano foi otimo pq eu conheci um rapaz otimo eu tenho so 15 anos e ele tem 30 e uns 4 anos atras ele perdeu o parceiro dele e depois q ele me conheceu ele disse q preenchi um buraco no coraçao dele e estamos a 4 meses ja e ele qr fazer……comigo e eu tosuper mega nervoso minha amiga ja disse pra nao ficar nervoso mas eu amo muito ele e ele me ama muito mas eu to com medo de ter a 1ª transa com ele mas com fe em deus vai dar tudo bem vc ajuda muito dando essas dicas ai tem q passar uma dica de quando conhecer a sogra pq meu namorado qr q eu conheca a mae dele um abraço pra vc!!! sucesso pro site!

  7. E pensar que existem pessoas que pensam assim, lastimável. Sou novo por aqui, adorei o blog! Recentemente, assumi minha sexualidade, na verdade pra mim mesmo, mas acho que já é um começo. Sou diferente, nem melhor ou pior que outra pessoa, apenas diferente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: