O diário de um gay não gay: sou homossexual

Não seja um gay limitado

In amor entre homens, barbies, boate gay, comportamento, escolha sexual, esteriótipos, gosto de homem, homossexuais, Meninos e Meninas, opção sexual, preconceito, primeira vez, revista gay, sexo, sexualidade, shelter o filme, sou gay on novembro 25, 2012 at 3:35 pm

De vez em quando se hospedagem aqui no meu prédio gays em aluguel para temporada, estava ouvindo um cantando tão alto música de boate que o prédio certamente todo estava ouvindo. Nada contra, cantar espanta as coisas ruins e faz alegria pra alma. Mas e ai, porque passar o dia todo em casa cantando musica de boate, e só sair a noite? Sai de dia rapaz e cante e se encante com o dia.

Nada contra boates, eu não as frequento mais, só uma vez ou outra uma hétero aniversario de amigo, uma ou duas vezes ao ano, prefiro um barzinho ou outros encontros com amigos, especialmente praia e esporte ou coisas simples do dia-a-dia.

Tem gay que passa a semana toda trancado só esperando a boate, achando que o local é o supra sumo da vida, mas se esquece que ali na esquina, na praça, na caminhada para o trabalho ou escola tem coisas tão divertidas, bonitas e interessantes. Tem gay que vai a boate ou o restaurante friendly esperando encontrar o gatão rico lá.

Talvez nem imagine que o gatão rico possa está ali na padaria comprando pão de chinelo e ninguém pode está o percebendo, ou então tomando sorvete, quem sabe você não se esbarre com um cara tão bacana, que seja na verdade rico em ideias e vocês resolvam fazer algo bacana e fiquem felizes juntos e tenham bons frutos no amor e nos negócios, afinal negócios nascem de bate papos e ideias.

Não sou contra o consumo, gosto de coisa boa. Pare ai, se liga, ao invés de comprar aquela calça de R$ 1000 reais para uma noite de boate para se sentir poderoso ou poderosa, que tal pegar essa grana e fazer uma viagem, vai se enriquecer culturalmente, se divertir, fazer fotos iradas suas, e também comprar por preços melhores. Viajar é um investimento que faz bem ao corpo e alma.

Tem gay que fala, “ah! os melhores estão ali na boate, ou na praia gay” ..eu digo desce ali na feira e vai comprar umas maças, quem sabe o cara gatão não esta la largadão, acordou e foi a feira, e quem sabe você não vai esbarrar com ele e quem sabe…quem sabe…não será mais quente e prazeroso e romântico que uma boate.

Meninos, exercícios físicos não se resumem somente a academia, lá é bacana, mas há outras formas tão bacanas de se ter condicionamento físico, vários esportes, e que possibilitam contato com a vida, a natureza, e com centenas de pessoas. Garanto que você vai conhecer e ver mais pessoas correndo na rua ou fazendo barras na rua, do que as mesmas caras que sempre estão ali na academia naquele horário.

O que estou tentando dizer a vocês aqui é que não se limitem, sejam diversos e aproveitem a vida como um todo e na sua plenitude, não fiquem limitados a uma academia, a uma loja, a uma boate. Tem um mundo ai fora te esperando cheio de oportunidades e felicidades.

Ei…levanta deste computador e vá lá fora ver o mundo que te espera, e sem medos.

Continuem lendo outros posts clicando aqui

  1. Achei legal você ter voltado a postar, e gostaria de pedir um post sobre a homossexualidade na adolescência, estou passando por esse momento, e estou tendo muitas dificuldades, assumi para algumas amigas, mas não consigo ainda falar sobre isso com meus amigos , nem com minha paquera, você pode me ajudar? agradecendo desde ja obrigado

  2. Ótimo texto. Realmente nos limitamos muito, na verdade estamos acomodados no cotidiano. Vivendo, apenas, num mundinho com poucas possibilidades de ser feliz.

  3. Grande cabeça !

    Continuo com esse cara.

    E não abro …

  4. Putz, do caramba seu texto !!

  5. Ótimo blog. Ótimos textos!

  6. De uns tempos para cá estou adorando cara boate, mas não vou para encontrar um gatão vou porque passei a semana toda estudando e quero mais é me divertir, não vou se hipocritar de falar que não pego ninguém porém não procuro não forço a barra simplesmente acontece, o que é até bem natural. Adoro música alta mais também odeio ser incoviniente por isso não faço isso no meu prédio , só se resolver fazer uma festa mas nesse casos convido a maioria dos vizinhos e fica tudo entre vizinhos kkkkk. Olha vou confessar que o chato de sair a noite é que vc perder a tarde inteira e que ultimamente estou indo muito mais a boates do que outros passeios porém faço isso por meu tempo estar realmente limitado . Estou estudando a noite então no sabado prefiro dormir até tarde e sair a noite chego em casa pela parte da tarde acordando só a noite , esse ano fui pouco para praia acho que é uma fase. A boate também não é minha vida já fiquei varios finais de semana sem ir para estudar o principal são os meus estudos lá é meu lazer onde encontro os meus amigos e brinco. Acho que esse ano os lugares que mais frequentei foram a biblioteca,teatro e boate.

  7. Olá.
    Acabo de encontrar esse site no Google e estou gostando muito dos temas e da forma ampla e sincera que são tratados.
    Faço parte da grande parcela de rapazes que permanecem no armário e tal e estr texto me chamou a atenção pela experiência que tive e tenho.
    Tenho 23 anos e, na minha adolescência, freqüentei muitas boates fora de minha pequena cidade. Conheci caras bacanas e tudo o mais, mas que continuaram a sim por pouco tempo.
    Insatisfeito com este cenário, parei com as boates, distanciei me de alguns amigos egoístas (sentimento este quase prevalecente em todos os gays) e comecei a cuidar e investir em mim, apenas.
    Mudei minha alimentação, entrei em uma academia, estudei para um bom concurso publico etc. Dois anos depois, sem haver procura nenhuma, apaixonei-me de forma inesperada por um cara totalmente especial, daqueles que todos nos idealizamos em nosso mundinho utópico, fisicamente e intelectualmente falando, e estamos juntos ate hoje. É reciproco, sendo que agora estamos nos melhorando de forma conjunta.
    Em resumo, a moral que tirei e que recomendo é esta contida no seu texto: não limitar-se e ir além, investir totalmente em nós mesmos, em todos os sentidos. Sem procurar, as coisas boas chegam ate nós deforma automática e produtiva.
    Estou acompanhando o blog a partir de agora.
    Grande abraço.

  8. Novamente Adorei sua postagem , realmente tem pessoas que se limitam que não se abrem para novas possibilidades ou que cedem a ideia de que as boites ou locais gls são os únicos lugares do universo aonde podemos encontrar pessoas interessantes. E também as possibilidades que eventuais encontros podem nos proporcionar , as vezes em um ambiente podemos não encontrar diretamente “O CARA” , mas através de contatos, de pessoas com um nível cultural diferente , fazer uma nova rede de amigos pelos quais podemos chegar a outras pessoas e como você disse , viajar também é uma excelente alternativa , além da bagagem do free shopping podemos voltar com uma bagagem de conhecimento e experiências , mas isto só acontece quando deixamos de nos limitar com essas idéias de nos concentrarmos em locais específicos , quantas coisas perdemos , quantas pessoas poderiamos ter conhecido se nos abrirmos para o novo! A.D.O.R.E.I seu post amigão, fica com Deus e Boas Festas!

  9. Bom, realmente concordo com tudo que vc falou! Acredito que nosso mundo (o dos homosexuais) ñ está restrito a boates e guetos GLS, mas sim que podemos achar a pessoa especial em qualquer lugar! Tudo acontece naturalmente. Minha última experiência em especial (meu grande amor)foi numa boate, mas já conheci pessoas legais em outros lugares (que não eram guetos) Então recomendo tb às pessoas que ñ se limitem e tudo vai acontecer naturalmente. Ah, gostei muuuuito do blog! Xau!

  10. Olá cara. Encontrei seu blog ontem. A cada texto que leio me identifico cada vez mais. Esse texto então… concordo com tudo que está nele. As pessoas precisam tirar a venda dos olhos para poderem enxergar o mundo ao redor. Forte abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: