O diário de um gay não gay: sou homossexual

Sonhos, realidades, sonhos…a vida é feita disso

In amor entre homens, boate gay, casamento gay, comportamento, dentro do armário, descoberta sexual, diferenças, escolha sexual, gay, GLBT, gosto de homens, homossexuais, opção sexual, preconceito, psicologia, revista gay, sexualidade, shelter o filme, sou gay on abril 7, 2013 at 1:47 am

Bem, meninos, estou eu aqui de volta. Uma amiga querida que nos acompanha a muito tempo, falou, escreva, eu estava meio sem querer escrever.

Talvez hoje aqui, conte coisas em parte, deixe palavra soltas para vocês refletirem.

Garanto a vocês que o caminho do Amor não é fácil, e ainda mais do modo que eu escolhi, do modo que eu entrei nessa história naturalmente, e ele também. Eu amo um amigo, eu já falei isso, ele é hétero, a gente tem uma relação bem próxima, e eu sei que ele de alguma forma pode me amar a mais, talvez não o faça por valores religiosos.

Um dia desses eu falei uma frase que aprendi com essa minha amiga.

“O Amor é Maior que a Lei” (frase do Evangelho)… e é o que digo a ele “O nosso amor é maior que a lei”.

De altos e baixos, de aproximações, de quedas, de aproximações, de sentimento forte que há entre nós, não sei aonde isso vai nos levar. Mas eu acredito que Deus nos colocou um ao lado do outro por algum motivo, alguma coisa temos que aprender, com privações, com desejos, com tristezas e alegrias.

Eu escolhi fazer castidade pelo meu amor, e porque ele não ia me aceitar com um homem. Não é fácil, nem sei se os padres aguentam, mesmo orando, e se penitenciando. Um ano e meio sem beijo, sem toque sexual.

Acho que ambos estão consciente que de alguma forma alguém vai se ferir nesta história, ou não. Quem sabe o mundo conspire a nosso favor, e em favor do amor verdadeiro, do amor puro que sempre sonhei.

Meu problema nem é tanto sexo. Sexo eu teria a qualquer hora, basta ressuscitar uns …ou dar umas voltas sem camisa. Mas o que mais me carece é carinho e sentimento nessa vida.

Eu não quero o direito pelo qual muitos homossexuais lutam: de beijar em público, de casar, de andar de mãos dadas. Eu só quero uma coisa, deitar no meu travesseiro e saber uma vez na vida, fui amado, ele me ama, mesmo sabendo que jamais me deixará deitar em seu ombro e adormecer numa noite qualquer.

Bem, quero dizer a vocês! Não desistam do Amor, mesmo que sintam dores, mesmo que seus pés estejam sobre espinhos, é claro, tem amores que não são amores, são teimosias, o meu é Amor daqueles que você acaba abdicando muitas coisas.

Se amem primeiro, eu acho que não me amo tanto, apesar de ter melhorado muito depois que me afastei das baladas gls há 9 anos.

Se amem e não tenham medo de Amar!

  1. Será que você poderia falar mais sobre o amor que você tem pelo amigo hétero?
    Eu sou da mesma, e gosto de conversar com outros homossexuais que também tem algum sentimento pelo amigo.

    Bom… Infelizmente, é um amor que não poderá ocorrer não é? Essa é a parte que mais me aflita.
    Ótimo texto!

  2. Cara, não desista jamais desse blog, hoje passei um tempo lendo blogs de pessoas assim como você que são como eu também e resolvi criar um, finalmente. É algo que sempre quis e não tinha coragem. Não estamos sozinhos no mundo e seria bom conhecer mais pessoas como eu, pois é difícil. O que mais vejo por aí são aqueles que seguem aqueles parâmetros e rótulos clássicos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: