O diário de um gay não gay: sou homossexual

Te perdi num dia de Santo Antônio

In amor entre homens, bissexuais, boate gay, chat gay, comportamento, dentro do armário, descoberta sexual, diferenças, escolha sexual, frases tristes, gay, gosto de homens, homossexuais, meninas malvadas, namoro gay, namoro um homem, poemas, preconceito, primeira vez, revista gay, sexo, sexualidade, shelter, sou gay on junho 14, 2013 at 12:50 am

Estranho que foi num dia de Santo Antônio que perdi meu amor, e olha que Santo Antônio já me defendeu em momento difíceis. Mas eu não perdi a minha crença nele, no que pode vir de bom.

Hoje andando de skate na Lagoa e Orla, e depois sentando frente ao mar, me lembrei de todos eles, Daniel, Fabiano, Raphael, Alex, Carlos (o que vivi como casal), Igor (ah você até hoje deixou cicatrizes fortes confesso, me perturba demais) e você a quem perdi hoje, acho até que não te perdi, pois nos temos um casamento no sentido mais puro, no amor divino, mesmo que as vezes você seja explosivo com coisas bobas.

Eu hoje te perdi para uma garota. Raiva dela? Nunca. Eu nem sei o que estou sentindo, no dia daquela briga na ciclovia da Lagoa eu senti como se estivesse em um acidente de carro, sai atordoado, sem sentido, nem sabia como era chorar. Sobre o dia de hoje que você pós em mistério, talvez por não confiar que eu quisesse que você fosse feliz, mesmo que não fosse comigo. Ou que lhe rogasse uma praga, coisa que não faria, porque eu ainda o amo demais. Eu ainda não sei o que estou sentido.

Você me falou que a vida devia ser assim, que as pessoas deveriam trocar de camisa. Mas no meu mundo, ninguém trata o ser humano como um produto, ou camisa. Eu não posso trocar o que sinto por você da noite para o dia. Você pode namorar mil mulheres, casar amanhã. Mas eu jamais vou deixar de te querer bem.

Eu sou diferente de tudo que você já viu. Preconceito eu já nasci vivenciando um. O amor do meu pai por minha mãe e vice-versa, coisa que as famílias não aprovavam. Depois vivi na pele anos de preconceito religioso. Doeu mas eu sobreviver. Aos que praticaram isso só posso dizer que não sabiam qual o verdadeiro sentido do amor de Deus e Jesus. Depois vivi eu mesmo meus preconceitos até me aceitar como sou. Passei pelo preconceito de outros gays, que não entendiam que apesar de ser um deles eu era diferente de tudo e todos. E agora vivi o preconceito por ti amar. Você falou…”eu não quero que pensem que eu faço parte disso”.

Como doeu ouvir isso da pessoa que amo, da pessoa que nesse instante está nos braços de outra pessoa, que não tem culpa de está no meio dessa história.

Eu pensei tanto hoje nesse caminho pelas ruas, mas resolvi que não vou cair em tentação,  não vou voltar a caçar como antigamente, como era antes de ti conhecer. Você deixou nesse amor envolto em medo, algo de bom, eu não quero ser apenas um pênis, ou instrumento de prazer, eu quero ser o amor que aconchega, que aquece no frio, que acompanha na escuridão, eu quero ser o companheiro de todas horas, mesmo que não me amem.

Sabe, eu nem sei por onde começar, pois a gente tem uma vida a dois, trabalhamos juntos, fazemos coisas juntos. Meu amor não morreu. Está vivo, talvez esteja amordaçado por você e alguns dos seus amigos infantis, que fazem piadas do tipo “vocês estão namorando”.

Raiva da Bíblia não tenho! Se pudesse certamente eu a reescreveria somente com uma palavra: AMOR e baniria tudo que pudesse ferir o ser humano, que pudesse recriminar as pessoas.

Eu sai na rua e não consegui achar ninguém. Sabe porque? Por que pessoas não são como camisas que trocamos. Pessoas são de carne e osso, tem sentimento, emoções. E eu sou a emoção em pessoa. Eu não sou melhor ou pior do que uma garota, do que um casal hétero.

Talvez Deus na sua infinita sabedoria tenha me colocado aqui para servi de instrumento para provar que o amor mesmo apedrejado sobrevive.

Sabe, só tem um cara que poderia competir com você, o  Igor. Você é o cara que eu sempre sonhei ter ao meu lado como companheiro, e ele o cara que sempre quis na cama. Sabe, vocês acabam que são meus complementos. Explosivos, frios, cheio de interrogação, infantis e incapazes de aceitar somente uma coisa: meu amor. Mesmo que em silêncio.

Hoje pensei muito nos dois. Um que me bloqueou no facebook, mesmo sem eu tê-lo adicionado, e segundo as palavras de um amigo, ele se perturba comigo mesmo sem eu o procurar. E você que convive diariamente comigo, que passou a me entender como ninguém, mas que não compreendi a coisa mais simples, meu amor e respeito por você.

É! Santo Antônio me deixou sem você, lhe deu para uma garota. Que sejam felizes de coração. Eu sigo a minha jornada sem o amor de vocês, mas sobrevivendo comigo mesmo, coisa que já faço há 37 anos.

Deus abençoe a todos. Meus caros!! Não desistam de seus sonhos e amores e não deixem de acreditar em contos de fadas, na mensagem do filme Shelter. Porque sem sonhos a vida perde graça. E eu jamais vou deixar de sonhar.

  1. É difícil aceitar q alguém q amamos não está (mais) perto de nós. Entendo completamente seu sentimento e espero q todos q o sentiram um dia nunca deixem de sonhar. Eu nunca deixarei.🙂

  2. Eu gostaria muito de pensar como você! Acho que perdi a crença e a esperança no ser humano, principalmente nos gays…rsrs. Engraçado né sou gay então acho que perdi a crença em mim mesmo………Futilidade, deslealdade, traição……Acabei me entregando e agindo como todos os que critiquei……Acho que a nossa natureza infelizmente é essa! Cansei de sonhar e procurar algo que não existe e me machucar. Sinceramente desejo que você encontre um companheiro à sua altura e que te faça feliz como você merece, como todos nós, seres humanos mereçemos, seja hetero, gay,bi, enfim, seres humanos.

    • Márcio, eu costumo não criar esperanças sobre mais nada, apenas acredito que um dia as coisas se ajeitarão – talvez não da forma q eu sonhei, mas se ajeitarão – e pra isso eu apenas vivo. Na área dos relacionamentos não fico correndo atrás de uma pessoa em específico ou desejando desesperadamente q alguém apareça (não estou dizendo q vc está fazendo isso, até pq vc nem especificou muito o que aconteceu com vc no seu comentário). Isso é meio q uma regra q a sociedade criou (dentre hétero e gays, sem distinção de sexo, cor, religião), todos vivemos sob essa pressão de encontrar alguém e ser feliz o mais rápido possível. É preciso se libertar disso, o que não é fácil, pois as outras pessoas continuarão cobrando de vc, mesmo q isso seja sobre sua vida particular. Nós só conseguimos viver com alguém se conseguirmos viver sozinhos. Ah, sei que o seu comentário foi pro dono do blog, q escreveu o post, mas quando o li me deu vontade de responder🙂
      E eu também já perdi as esperanças no ser humano, infelizmente.

      • Opa valeu pela resposta, é sempre bom escutar opiniões diversas né! Estou na mesma com você e estou bem. Também procuro viver um dia de cada vez e aguardar o que ele me reserva….Abração

    • Não deixe de acreditar no ser humano mais importante! Você

  3. Sofri tantas paixões, por desconhecidos, por dois “amigos”, detalhe: nunca me declarei à eles, todas paixões platônicas, sou virgem mesmo, não sou assumido. Muitas mulheres e gays afeminados dão em cima de mim. Pow, eu sonho com um cara masculo como eu, sendo meu parceiro, amigo de verdade. Droga, parece que só me apaixono por heteros, não sei se algum deles eram pelo menos bissexuais. Espero um dia encontrar um cara que tenha coragem de declarar seu amor por mim. Tenho 28 anos, cansado dessa vida de solidão. Às vezes, acho que o resto da minha vida vai ser me satisfazendo com pornografia. E quando eu surtar, pagar um prostituto.

  4. Na minha opinião,ainda continua valendo o antigo ditado:A esperança é a última que morre.Porém,antes de tudo temos que ter esperanças em nós mesmos.
    Seja gay,hétero, bissexual,todos somos seres humanos,os héteros não são melhores que os gay,nem vice-versa.
    É importante o gay se valorizar,até pra uma questão de auto estima e acreditar em si mesmo e não permitir que comentários preconceituosos e homofóbicos acabem com suas perspectivas,princípios e vontade de viver.
    Ninguém tem o direito de tirar a vida e a felicidade de ninguém.
    E acredito que todos podem confiar em Deus,seja gay ou hétero, afinal ele é pra TODOS!!!

  5. Existem três pontos bastante interessantes no ultimo texto do Dentro do Armário. Em primeiro, é incrível como os homens que amamos amam outras pessoas, sejam elas garotas ou garotos, e não conseguimos odiá-los. Não odiamos os que nós amamos, por que o amamos demais, e não odiamos a quem eles amam por temos respeito por alguém que consegui ser o que realmente as pessoas que amamos gostariam de ter. Algumas vez, sabemos que a pessoa que amamos quer nos amar, sabe que seria mais feliz desta forma e ainda assim tem medo de arriscar tudo pelo amor, preferem buscar em garotas algo que nunca irão encontrar pois preferiu não lutar pelo que verdadeiramente importa.
    Em segundo, é… é verdade… trocar de amor não é como “trocar uma camisa”, e o mais difícil é fazer eles entenderem, é curioso, nas ultimas semanas os protestos em todo o Brasil se intensificaram levando varias pessoas as ruas, de todos as idades, e quando se esta lá, no meio da multidão você se pergunta se por algum acaso encontrará alguém para amar no meio de todas aquelas pessoas mas por fim acaba por lembrar que não importa quem nós encontremos nunca, nunca, será igual a aquele que realmente amamos, mesmo que este nova pessoa nos faça feliz, mesmo que também nós os amemos, nunca será igual.
    Por fim e não menos importante: a Biblia! Este é realmente um tema controverso, amo um homem e a bíblia diz que estou errado, se tenho raiva dela? Também não. Vivemos em uma sociedade falha, facilmente corruptível. Pense por um instante: Deus, um ser feito puramente de amor nos castigaria por amar? Por que Deus me castigaria por querer fazer alguém feliz, dar o melhor que eu posso e estar ao lado de alguém que realmente amo?
    Então, em uma sociedade corruptível, é mais fácil acreditar que Deus nos castigaria por amar ou que alguém algum dia pois isso no livro sagrado? Bem a resposta quem escolhe é você.

    Hoje eu amo alguém que sabe que amo a ele, muito. E não sei se um dia este sentimento será reciproco, ou se já é. Mais o que realmente importa é nunca perder a esperança de que um dia tudo será melhor.

    • Muito bacana o que você escreveu!!
      Valeu por está conosco e nos fazer refletir!!
      Abraçaoooo

  6. Tenho passado por um momento dificil na minha vida. Bem mais sério do que qualquer pessoa seja capaz de imaginar. Tenho só 17 anos e acho que ja entendo muito, acho que ja passei por muito, mas, a vida está apenas começando pra mim. Achei esse blog avulso na internet e estou num momento tão fraco que tenho me emocionado muito com seus textos.

    • Força rapaz. Acredite em você. Você tem uma força bonita dentro. Seja feliz!! Sua jornada só está começando, sorria para o sofrimento que ele vai fugir de você.🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: